O tempo vai passando e é normal sentir a sensação de que nossa casa já não comporta as nossas necessidades. Quando isso acontece, nos questionamos se realmente chegou a hora de mudar de lar. Muitos fatores precisam ser avaliados, afinal, não se trata de uma decisão simples.

Existem alguns sinais que podem ajudar a perceber se a mudança de endereço é mesmo necessária. Esse post vai ajudar você a reconhecer alguns deles. Tem interesse? Continue lendo e saiba mais!

1. Dificuldade de deslocamento

O lugar que escolhemos para morar é fundamental para nosso bem estar pessoal. Por isso, deve facilitar o acesso para os principais destinos diários, tais como trabalho, faculdade, escola das crianças, academia ou qualquer outra atividade rotineira.  Afinal de contas, ninguém quer perder horas no trânsito todos os dias, não é mesmo?

Não importa o seu estilo de vida. Se você notou que a sua rotina cotidiana começou a ficar complicada, comece a considerar uma mudança de endereço.

2. Desacordo com as regras do condomínio

Quem vive em condomínios fechados, seja de casa ou de apartamentos, está sujeito a regras de boa convivência. O local onde moramos geralmente acompanha fases da nossa vida e as principais mudanças. Se por algum motivo essas leis não fizerem mais sentido para você, considere como outro sinal.

Um exemplo simples são os animais de estimação. Se você pretende ter um pet e o seu condomínio deixou de aceitá-los, com o tempo você vai acabar se incomodando com a regra.

3. Problemas com a infraestrutura da casa

Os problemas de estrutura são outro motivo para pensar em se mudar. Procuramos por mais comodidade e conforto, certo? Se sua casa começou a apresentar problemas relacionados a isso, preste mais atenção.

É claro que as questões de mobilidade e necessidades básicas devem ser analisadas. Porém, caso os pequenos consertos estejam cada vez mais constantes e você comece a pensar em reformas por problemas hidráulicos ou elétricos, mofo, infiltrações ou infestações de cupim, talvez seja realmente hora de mudar.

Uma casa em melhor estado de conservação acaba sendo mais vantajosa por gerar economia e muito menos dor de cabeça.

4. Bairro inseguro

Sua casa deve oferecer proteção e esse é um dos sinais primordiais. Se você se sentir inseguro e o bairro não parecer mais o local tranquilo que você conheceu um dia, coloque a sua segurança e a da sua família em primeiro lugar.

Esse conselho é válido para todos, mas principalmente para quem vive nos grandes centros, onde a violência é uma preocupação constante.

5. Má relação com os vizinhos

Pode até parecer bobagem, mas uma boa relação com os vizinhos é importante. Eles acabam fazendo parte do seu dia a dia, ou seja, é com essas pessoas que você precisa conviver, dividir espaço e, acima de tudo, respeitar.

Você pode amar a sua casa, mas quando começa a ter problemas com a vizinhança, o seu lar doce lar pode ficar insuportável. Com o passar dos anos, é possível que você enfrente problemas relacionados a barulho, fofocas, intensa movimentação e diversas divergências que podem extrapolar os limites, fazendo da mudança a melhor solução.

6. Mudanças na estrutura familiar

Para finalizar, um dos sinais mais comuns da necessidade de mudar de casa: as mudanças na estrutura familiar.

Pode ser que você decida se casar ou morar junto com outras pessoa e o espaço não seja mais suficiente. A chegada de um filho, por exemplo, que além do quarto a mais exige maior segurança, normalmente força um aumento do ambiente, além de mais qualidade de vida e privacidade.

As decisões significativas geralmente são acompanhadas de um novo endereço. Esses são somente alguns dos sinais de que talvez seja necessário partir para uma nova morada.

Gostou do post sobre os sinais de que é hora de mudar de casa? Então não deixe de assinar a nossa newsletter para não perder nenhuma dica e ser sempre o primeiro a receber novidades!