Se você é fã de um ambiente clean e minimalista, mas não abre mão do conforto, então pode ter certeza: você também é fã da decoração escandinava. Como o próprio nome já diz, esse estilo de decoração nasceu na região da Escandinávia, no norte da Europa, e prioriza cores neutras — como branco, bege e tons pastel — e elementos que trazem aconchego para dentro de casa — afinal, lá é bem frio.

Mas não é preciso viver em um país que tenha neve para adaptar a decoração da sua casa de acordo com essa tendência. Com as dicas certas, é possível trazer o estilo escandinavo para o seu lar tropical com muito charme.

Confira nossas dicas e comece a mudar a decoração já!

Como nasceu a decoração escandinava?

A Escandinávia é uma região ao norte da Europa, formada por quatro países: Dinamarca, Noruega, Suécia e Finlândia. E, como lá é bem frio e tem poucas horas de luz solar, as pessoas adaptaram a decoração de suas casas de forma a ter mais sensação de luminosidade e aconchego — por causa das baixas temperaturas —, utilizando objetos simples, algumas vezes rústicos e minimalistas.

Essa ideia é agradar não apenas os moradores da casa, mas também os visitantes, já que, considerando que a região é gelada, fazer um programa na rua acaba quase sempre se revela “uma fria”.

Na prática, o estilo é caracterizado pelo uso de muito branco (principalmente nas paredes), linhas retas, madeira  (muito usada no chão, pois ajuda a aquecer) e alguns toques de cor na forma de objetos. O objetivo é transformar a casa em ninho.

Afinal, como levar a decoração escandinava para a minha casa?

Outra importante característica da decoração escandinava ou do estilo nórdico (como também é conhecida) é a prática DIY (Do it Yourself), o famoso faça você mesmo. Isso só comprova que a ideia é muito simples de ser adaptada e pode ser feita por qualquer pessoa.

Além disso, preparamos algumas dicas valiosas. Veja a seguir.

Comece sua decoração pelo branco

Lembra da história de trazer luminosidade para dentro de casa? Então, comece a decoração pintando de branco as paredes de sua casa ou de um ambiente. Não quer tanta luz assim? Tudo bem! Lance mão de outras cores neutras, como o bege ou outros tons pastéis. O importante é atrair a luminosidade.

Se preferir o branco nas paredes, crie uma paleta de cores das chamadas candy colors para móveis e objetos ou, se preferir, radicalize com itens em cinza e preto. Sim, é possível usá-los, já que são cores neutras. Fica sóbrio, lindo e chique.

Decore com peças de silhueta simples

Pense na ideia de ninho. Se as palavras simples, lindo e aconchegante vieram a sua cabeça, você acertou. A tradução desse conceito para uma casa escandinava é um mobiliário de traços simples, retos e com algumas variações geométricas. Quanto menos rebuscado ou trabalhoso, melhor!

Outra característica que costuma aparecer nos móveis é um certo ar de improviso. É aquele caixote de madeira que vira um revisteiro lindo e charmoso, um banco que se transforma em apoio para um vaso de planta, ou ainda aquela pashmina que vira uma manta de sofá. Se jogue nessa viagem de criatividade! Invente e complemente!

Use muita madeira e elementos naturais

A ideia de aquecer um ambiente e criar a sensação de aconchego ganha um grande aliado com o uso da madeira. Ela pode ser aplicada no chão como piso e no teto como forro. Mas se você não quiser tanta madeira assim no seu espaço, basta trazer essa referência em móveis como sofás, poltronas e mesas de centro.

No quarto, invista em uma bela cabeceira de cama. Ou melhor: faça você mesma uma cabeceira com madeira de demolição. O tom rústico dá um charme extra ao cenário.

Aliás, a natureza de um modo geral é muito presente no estilo. Então, vale complementar a com plantas, fotos de natureza, estampas e cactos — outro queridinho do mundo da decoração.

Recorra à luz artificial

Não é só porque a decoração escandinava usa muita luz natural e luminosidade vinda das cores que você não vai usar aquela luminária linda ou pendente que sempre sonhou.

O estilo flerta com a influência industrial e adora um pendente descendo do teto para complementar a luz do ambiente. Ou ainda festeja uma luminária de chão que dê um charme extra para aquele cantinho de leitura da sua casa.

Os fios aparentes aqui também não são problema. Eles dão um ar despretensioso ao ambiente e são muito bem-vindos. Escolha um modelo com design minimalista e de tom neutro e seja feliz.

Despolua a casa

Está achando sua casa meio poluída, meio cheia de coisas? Então essa é a hora certa para fazer aquela limpeza e deixar o espaço mais bonito e clean.  Aqui vale também a estética do menos é mais.

Um sofá, uma manta, um tapete e uma bela luminária já dizem muita coisa na decoração de uma sala nórdica.

Que tal um quarto só com uma cama, um armário e nada mais? E acredite: é possível ter charme com menos.

Ache as cores certas

Muito branco, muito neutro, mas com cores! Reserve o uso da cor para alguns objetos no ambiente escolhido para decorar.  Um vaso, um porta-retratos ou uma almofada podem complementar bem essa ideia. Opte pelos tons de nude, crus ou tons pastel.

Faça você mesmo

Como já vimos antes, outra ideia a que o estilo remete é de que a simplicidade está nas coisas e no fazer delas. Afinal, pintar uma parede ou trazer aquele vaso de planta para sua sala ou banheiro são ações simples e que já dão um impacto na decoração.

É a lógica DIY, que permite que a fiação fique à mostra e que objetos de artesanato e de acabamentos mais simples estejam presentes e sejam grandes aliados.

Aproveite sua casa escandinava

Como vimos ter uma decoração escandinava em um país tropical não é nada difícil. Pelo contrário! Com um pouco de paciência para despoluir o ambiente, clareá-lo com cores que atraiam luminosidade e decorá-lo com móveis simples, essa ideia é rapidamente alcançada.

Não esqueça também da ideia de aconchego inerente ao estilo. Utilize madeira, mantas, tapetes e almofadas que convidem sua família ou visitas para se jogar no sofá da sua casa e não sair mais de lá.

Gostou nosso post? Então, que tal curtir também a nossa página no Facebook?