O conceito das smart homes (casas inteligentes) está deixando de ser algo do futuro para virar realidade. A cada ano, são lançados novos produtos, serviços e aplicativos voltados à automação residencial, facilitando — e modernizando — o controle do lar.

Quer descobrir o que fazer para ter um apartamento automatizado? Continue a leitura e descubra!

Iluminação

Que tal poder criar projetos de iluminação especial, salvá-los e aplicá-los quando quiser, sem precisar lembrar quais interruptores ligar ou como calibrar cada dimmer no controle de intensidade de luz, mas por meio do seu smartphone ou controle por voz?! Uma boa alternativa, por exemplo, para controlar a luz no quarto do bebê ou deixar sempre algumas luzes acesas para o seu cachorro quando ele fica sozinho.

Uma entre as diversas possibilidades da automação residencial, os controles inteligentes permitem também uma maior economia na conta (há modelos de lâmpada que desligam quando não há ninguém no ambiente) e segurança — é possível controlar o acendimento dos ambientes de longe.

Climatização

Imagine a situação: o calor do verão forte lá fora e seu ambiente numa deliciosa temperatura quando você chega em casa (sem precisar deixar os aparelhos ligados o tempo todo). Com a automação residencial, isso hoje é possível.

A partir de um aplicativo no seu telefone celular, você pode configurar o ar-condicionado para quantos graus desejar quando estiver a caminho de casa.

O mesmo funciona para quem tem aquecimento no piso. É possível deixar o chão quentinho para deixar os sapatos na porta e caminhar descalço pela casa, ou agendar para que, a uma determinada hora na manhã, ele funcione para que você e a família usufruam do aquecimento assim que acordarem.

Segurança

Uma das maiores preocupações de quem tem casa é a segurança. E que tal poder dar uma espiada em casa enquanto estiver na rua ou em uma viagem — seja de lazer, seja de negócios? Hoje em dia, é possível ter um monitoramento inteligente e com acesso remoto.

Outra forma de automação residencial para deixar o lar mais seguro é a biometria. É possível instalar leitores na porta de entrada que só se abrirão quando reconhecerem as digitais cadastradas no sistema (suas ou de outros residentes).

Isso também pode ser ótimo para quem tem o costume de perder as chaves, ou precisa ficar procurando na bolsa por alguns preciosos minutos antes de conseguir finalmente entrar em casa.

Eletrodomésticos

Que tal nunca mais esquecer o que precisa comprar no mercado, ou comprar em excesso por não lembrar o que tem na geladeira? Hoje em dia, é possível também estabelecer contato com eletrodomésticos e eles podem ajudá-la a manter a lista atualizada. Outra função super interessante é cadastrar alimentos perecíveis com um alarme de vencimento (assim, o desperdício pode ser diminuído drasticamente).

O fogão é outro eletrodoméstico que pode ser automatizado. Você pode deixar a comida no forno (desligado) e sair, com a certeza de que ela estará pronta quando você voltar.

Gostou de saber como investir na automação residencial e ter uma smart house? Esperamos que sim. Para ter acesso a outras dicas e informações para melhorar a qualidade de vida no lar, não deixe de nos seguir no Facebook, no Twitter, no Instagram e no LinkedIn.