Afinal, quais são os itens que influenciam na valorização de um imóvel?

Afinal, quais são os itens que influenciam na valorização de um imóvel?

Você decidiu comprar um imóvel e já até escolheu sua futura aquisição. Porém, saiba que existem alguns fatores que podem valorizá-lo ou fazê-lo perder dinheiro no negócio.

Antes de chamar seu imóvel de lar, você precisa analisar sua localização e a planta baixa, saber que benefícios o empreendimento oferece para quem vai morar lá e como a valorização desse imóvel vai crescer ou diminuir com o passar do tempo.

Quer pensar melhor na valorização de um imóvel antes de fechar negócio? Então, continue lendo este artigo e fique por dentro já!

Veja a localização

O que vale mais: um palácio na roça ou um conjugado no bairro da moda? Se você respondeu levando em conta questões afetivas, pode ter optado pelo palácio. Mas saiba que, quando se trata de mercado imobiliário, ele sempre vai valorizar o imóvel no lugar badalado  seja ele de que tamanho for.

Portanto, cuidado ao se interessar em comprar aquele apartamento lindo e charmoso no bairro distante ou em lugar em desvalorização. Sua cotação no futuro só tenderá a cair, e você vai perder dinheiro na hora de revendê-lo ou alugá-lo.

Fique atento também a questões que agregam ou não valor ao imóvel: há comércio próximo, malha de transportes satisfatória e segurança no bairro?

Ao responder a maioria dessas questões de forma positiva, você tem a certeza de comprar um imóvel atraente e que reúne ótimas condições de venda no futuro.

Confira a planta baixa

Muita gente compra um imóvel quando ele ainda nem foi construído, o chamado comprar a partir da planta. Ou seja, é quando você só tem a planta baixa do empreendimento para saber como ele será.

A planta baixa é um desenho que mostra todas as especificidades do lugar, as medidas e a distribuição dos cômodos. É também a partir dela que se elabora as demais plantas, como projeto elétrico, hidráulico, entre outros.

Olhe com atenção se o projeto reúne tudo o que você precisa em um imóvel, ou se tem medidas esdrúxulas, por exemplo, que não permitem a passagem de um móvel. Esse tipo de observação faz toda a diferença para você que quer comprar um lugar para morar, e mais ainda na hora de vender. Afinal, ninguém quer morar em um cubículo, não é mesmo?

Cheque os benefícios da área de lazer

Você verificou a localização e a planta baixa e está quase fechando negócio, mas não faça isso sem antes olhar os benefícios da área de lazer do empreendimento.

Esse espaço é como se fosse o quintal da sua futura casa, e você certamente vai querer aproveitá-lo de alguma forma. Ademais, é claro que alguns benefícios, como piscina, churrasqueira, salão de festas e playground, agregam valor ao imóvel. Eles trazem aquela sensação de que você não precisa nem sair de casa para se divertir. Quem não quer isso?

Fique de olho também na questão da acessibilidade. Já existe uma lei que obriga prédios e condomínios residenciais a se adaptarem com rampas na entrada e na área de lazer, elevadores que comportem adequadamente cadeirantes, entre outros itens.

Observar esse tipo de questão traz segurança para você e sua família, e pode ser mais um benefício a ser oferecido em uma futura venda do seu espaço.

Observe a documentação

Caso vá comprar o imóvel de uma pessoa física  um espaço que já exista —, observe com muito cuidado a documentação. Tenha certeza de que está tudo legalizado e o imóvel realmente está liberado para a venda.

Evite comprar, por exemplo, imóveis que estejam envolvidos em questões judiciais, ou em inventários de família. Essas questões, às vezes, demoram a se resolver ou envolvem algumas quantias de dinheiro para irem à frente (como o pagamento de honorários de advogados). E você não quer nem demorar, nem perder dinheiro com seu futuro imóvel, não é mesmo?

Saiba que vaga na garagem é investimento

Um dos maiores problemas em grandes centros urbanos é o excesso de carros, tanto que algumas cidades programam o chamado rodízio de placas para limitar a quantidade de veículos nas ruas.

Com esse cenário, parece pertinente que você tenha uma vaga na garagem do imóvel que vai comprar, não?

Além de ser um conforto, ter uma vaga na garagem representa uma economia — já que você não terá que alugar vagas por fora para deixar seu veículo — e pode representar uma fonte de renda se você não tiver carro. É possível alugar sua vaga para algum outro morador que tenha dois carros, por exemplo.

Na hora da revenda, ter uma vaga na garagem garantida em escritura conta pontos para valorizar seu imóvel.

Veja como elementos futuros podem valorizar sua escolha

É claro que não dá para prever o futuro, mas é possível conseguir algumas pistas de como ele será e, assim, conseguir ainda mais a valorização de um imóvel.

Por exemplo, antes de comprar, verifique se a prefeitura ou a administração estadual estão planejando alguma obra para o bairro do seu imóvel. Veja de que forma essa obra pode impactar o seu bem. Caso tenham a intenção de abrir uma nova rua, por exemplo, isso pode melhorar o fluxo de carros e diminuir engarrafamentos no local. No entanto, se a obra for muito próxima, pode aumentar o barulho.

Procure saber também o histórico do bairro e do seu entorno. Há enchentes, é tranquilo, tem alguma atividade cultural realizada em praças ou arredores? Lembre-se: tudo isso agrega algum tipo de valor ao bem.

Pense sempre na valorização de um imóvel

Comprar um imóvel, seja para morar, seja para alugar, demanda tempo, dinheiro e, às vezes, é o sonho de uma vida. Por isso, pesquise, informe-se e pense sempre nos itens que vão promover sua valorização. Como vimos, esses cuidados podem ser tomados desde sua compra — na planta baixa —, até com pesquisas de obras que vão melhorar seu entorno.

Desse jeito, você terá a certeza de fazer um bom investimento. Seja para começar a morar em um lugar incrível, seja para alugar rapidamente ou vender no futuro.

Gostou das nossas dicas sobre valorização de um imóvel? Que tal compartilhar este post nas suas redes sociais?

Sem comentários

Cancelar